Brasil - Sexta, 24 Março 2017

Mars Reconnaissance Orbiter - Sonda Robótica da NASA Começa a Orbitar Marte para Estudo Muito Detalhado

Com um disparo minuciosamente cronometrado dos seus motores principais hoje, 10 de março, a nova missão da Nasa para a Marte entrou, com sucesso, em órbita ao redor do planeta vermelho.

A espaçonave, Mars Reconnaissance Orbiter, proverá mais dados científicos que todas as missões prévias de Marte juntas.  

 

Sinais recebidos da espaçonave as 2:16 da tarde, Hora do Pacífico após ela ter emergido de sua primeira passagem atrás do Marte provocou alegrias e aplauso nas salas de controle do Laboratório de Jato Propulsão da Nasa, Pasadena, Califórnia., e da Lockheed Martin Space Systems, Denver.

 

"Este é um grande marco a ser completado, mas é apenas um de muitos marcos antes que possamos abrir o champanhe", disse Colleen Hartman, administrador da Nasa. "Uma vez que estejamos na órbita científica principal, a espaçonave executará observações da atmosfera, superfície, e subsolo de Marte em detalhes sem precedente."
 

A espaçonave viajou aproximadamente 500 milhões de quilômetros (310 milhões de milhas) para chegar a Marte depois de seu lançamento da Flórida no dia 12 de agosto de 2005.  Precisou usar seus motores principais quando se aproximou do planeta de modo a reduzir a velocidade bastante para que a gravidade de Marte a capturasse.  Os disparos dos motores começaram enquanto a espaçonave ainda estava em contato de rádio com a Terra, mas terminou durante uma meia hora tensa de silêncio de rádio enquanto a espaçonave passava por trás de Marte.
 

"Nossa espaçonave se tornou um orbitador finalmente,” disse Jim Graf do JPL, gerente de projeto para a missão.  "A celebração é grande, mas será muito breve porque antes de começarmos nossa fase de científica principal, ainda temos seis meses de trabalho desafiador para ajustar a órbita ao tamanho e forma correta."

 

Para o próximo semestre, a missão usará centenas de mergulhos cuidadosamente calculados na atmosfera de Marte em um processo chamado de "aerofrenagem."  Isto encolherá sua órbita de uma elipse longa, para uma órbita quase circular de duas horas.  Para a fase científica principal da missão, marcada para começar em novembro, a órbita desejada é uma volta quase circular que varia de 320 quilômetros (199 milhas) para 255 quilômetros (158 milhas) em altitude, mais baixa que qualquer prévio orbitador de Marte. Para entrar diretamente em tal órbita ao invés de usar a aerofrenagem, a missão teria que levar aproximadamente 70 por cento mais de combustível no lançamento.
 

Os instrumentos da Mars Reconnaissance Orbiter examinarão o planeta desta órbita de baixa altitude. Um espectrômetro irá mapear minerais relacionados com água em lugares tão pequenos quanto um área interna de um campo de beisebol. Um instrumento de radar sondará camadas subterrâneas de rocha e água. Uma máquina fotográfica telescópica captará estruturas tão pequenas quanto uma mesa de jantar. Outra porá as imagens de alto-resolução num contexto maior.   Uma máquina fotográfica colorida monitorará o planeta inteiro diariamente para verificar as mudanças em tempo.  Um radiômetro conferirá cada camada da atmosfera para detectar variações na temperatura, vapor de água e poeira.
 

"As missões atualmente em Marte têm cada uma delas contribuído para que saibamos mais sobre a presença e a história de água em Marte, e um das metas principais da Mars Reconnaissance Orbiter é decifrar quando a água esteve na superfície e onde está agora", disse o Dr. Richard Zurek do JPL, cientista do projeto para a missão. "Água é essencial para vida, de forma que ajudará a focar estudos futuros em Marte se o planeta alguma vez suportou vida."

 

O orbitador pode transmitir dados para Terra a até 10 vezes a taxa de qualquer missão prévia de Marte. Além de enviar para casa as imagens e outras informações de suas próprias investigações, retransmitirá dados de missões de superfície, inclusive o Explorador de Marte Phoenix da Nasa programado para lançamento em 2007 e Laboratório Científico de Marte em desenvolvimento para 2009.

 

Informações adicionais sobre a Mars Reconnaissance Orbiter está disponível on-line em:

 http://www.nasa.gov/mro

 

Retorna ao Índice de Artigos

Anúncios





Notícias
Direitos Reservados | Astronomia na Web 1996-2017