Brasil - Quinta, 27 Abril 2017

Nova Mancha Vermelha em Júpiter

Atenção astrônomos de plantão! Júpiter está formando uma nova mancha vermelha!

Christopher Go das Filipinas fotografou a nova mancha vermelha em 27 de fevereiro usando um telescópio de 11 polegadas e uma câmera CCD:


Acima: Manchas vermelhas em Júpiter, fotografadas pelo astrônomo amador Christopher Go em 27 de fevereiro de 2006.

 

O nome oficial desta tempestade é "Oval BA", mas "Red Jr." poderia ser melhor. Ela tem cerca da metade do tamanho da famosa Grande Mancha Vermelha  quase exatamente a mesma cor.

 

A Oval BA apareceu pela primeira vez no ano 2000 quando três pequenas manchas colidiram e se fundiram. Usando o Hubble e outros telescópios, os astrônomos observaram com grande interesse. Uma fusão semelhante séculos atrás pode ter criado a Grande Mancha Vermelha original, uma tempestade com o dobro do tamanho do nosso planeta e que já dura há pelo menos 300 anos.

 

Inicialmente, a Oval BA permaneceu branca - a mesma cor das tempestades que combinadas a criaram. Mas nos últimos meses, as coisas começaram a mudar:

 

"A oval era branca em novembro de 2005, ela lentamente tornou-se marrom em dezembro de 2005, e vermelha há poucas semanas," disse Go. "Agora ela está da mesma cor que a Grande Mancha Vermelha!"

 

"Uau!" disse Dr. Glenn Orton, um astrônomo do JPL que especializou-se em estudar as tempestades de Júpiter e dos outros planetas gigantes. "Isto é convincente. Nós estivemos monitorando Júpiter por anos para ver se a Oval BA iria torna-se vermelha - e finalmente parece que isto aconteceu." (Red Jr.? Orton prefere "a não tão Grande Mancha Vermelha.")

 

Por quê vermelha?

Curiosamente, ninguém sabe precisamente porque a Grande Mancha Vermelha tem esta cor. A idéia mais aceita e que  a tempestade arrasta material das profundezas das camadas de nuvens e traz para as grandes altitudes onde a radiação ultravioleta solar -- através de alguma reação química desconhecida -- pruduz esta familiar cor de tijolo.

 

"A Grande Mancha Vermelha é a tempestade mais poderosa de Júpiter, e muito provavelmente, em todo o sistema solar," disse Orton. O topo da tempestade está 8 km acima das nuvens ao redor. "É preciso uma tempestade poderosa para erguer materiais a esta altitude," ele complementa.

 


Acima: Imagens do Hubble detalhando a formação da Oval BA entre 1997-2000

 

A Oval BA pode ter ganho força suficiente para fazer o mesmo. Assim como a Grande Mancha Vermelha, Red Jr. pode estar elevando material acima das nuvens onde os raios ultravioletas solares tornam os "cromóforos" (componentes que mudam de cor) vermelhos. Se for assim, significa que a tempestade está se intensificando.

 

"Alguns ovais brancos de Júpiter também ficaram ligeiramente avermelhados antes, por exemplo no final de 1999, mas não tão frequente e nem por tanto tempo," disse o Dr. John Rogers, autor do livro "Jupiter: The Giant Planet," que relaciona as observações telescópicas de Júpiter nos últimos 100 anos. " Será sem dúvida interessante observar se a Oval BA se tornará permanentemente vermelha."

 

O que virá a seguir? Será que Red Jr. ficará vermelha? Ela crescerá ou encolherá? Fique ligado para saber as novidades.

Autor: Dr. Tony Phillips | Editor de Produção: Dr. Tony Phillips | Créditos: Science@NASA
Tradução: Luis Gabriel

 

Retorna ao Índice de Artigos

Anúncios





Notícias
Direitos Reservados | Astronomia na Web 1996-2017